mardi 15 septembre 2015

Saison estivale

Após o inverno glacial, o sol esteve de retorno e as atividades externas ficam mais frequentes e diversificadas. Começamos a primavera visitando o parque do Massif du Sud que é próximo de Sainte Claire, a cidade onde o Jacson esta trabalhando. O rio que também aparece nas fotos é o Etchemin, muito bonito e deságua no Fleuve Saint Laurent. Site: http://massifdusud.com/



 
 Alguns dias após esse fim de semana, Jacson recebeu a visita da família. E como o fim de semana que estiveram aqui era o da F1, não poderíamos perder a oportunidade de dar uma voltinha no circuito...


Estive um outro fim de semana em Sainte Claire com o Jacson e aproveitamos para passear na ilha de Orleans. Essa ilha é próxima de Québec e é conhecida como berço da colonização francesa. Para fazer o tour na ilha e conhecer cada vilazinha é necessário ao menos 1 dia. E para quem tem sorte, de noite ainda é possível ver uma aurora boreal. Ótimo local para refeições sadias, direto da plantação de pequenos agricultores locais para nosso prato. E para fazer colheita de morango, miam miam. Site: http://www.iledorleans.com/


No dia seguinte o tempo estava menos camarada e então fomos até o aquário de Québec, não tem nada de muito extraordinário... mas da pra ficar admirando o casal de ursos polares por horas e horas... So cute! Site: http://www.sepaq.com/ct/paq/


E para completar os tours turísticos da temporada, verão combina com praia e praia de Québecois é geralmente no Maine. Então la fomos nós rumo aos Estados Unidos com a cachorrada. Estávamos um pouco receosos de passar a fronteira com a Jolie e Guapa, mesmo tendo o comprovante da vacina da raiva (único documento necessário para um animal proveniente do Canadá). Para nossa surpresa, não tomaram nem conhecimento da existência das duas no carro. Nem na ida nem na volta. E as praias são lindas, Old Orchard, York, Ogunquit, Saco, etc... mas a água é gelaaaada. Na próxima vez, devemos descer um pouquinho mais a costa se eu quiser mergulhar de verdade.


De novidade era isso... o restante é a rotina casa – trabalho – casa... nada de diferente do que é em qualquer parte do planeta J


« Avec un talent ordinaire et une persévérance extraordinaire, on peut tout obtenir. »
 
Thomas Fowell Buxton

mardi 14 avril 2015

Pas de cocooning

O inverno canadense é a estação que mais muda nossa rotina de origem tropical. E que nos atrai por toda a diversidade de atividades que nunca tivemos acesso antes. Mas nem tudo são flores. A neve que se vê em filmes de Natal é linda, mas o transtorno no dia a dia é enorme. Os custos, maiores ainda. Meus 10 a 15 minutos diários para chegar ao trabalho viram quase 1 hora. Os dias são curtíssimos, o acúmulo da neve e de gelo atrapalham a locomoção, os acidentes se multiplicam nas ruas e estradas e para complicar, as temperaturas esse ano na região de Montreal ficaram quase o tempo todo em torno dos -20C (até 5C abaixo das médias históricas, quando o resto do planeta esta sob o efeito do aquecimento global). O que fazer para manter o bom humor?!

Pas de cocooning! On fait le plein d’énergie. Nos corps et nos esprits nous en sont grés! Não tem jeito, ficar em casa durante o inverno todo é loucura. Então o negócio é se agasalhar bem, escolher uma atividade agradável e enfrentar a friaca. E foi nesse espírito que passamos esse inverno por aqui: muito ski nos finais de semana.

E foi assim o tour das estações de ski:

- Bromont: a estação fica à 1h de Montreal e fecha às 10 PM. Em alguns sábados fazem a noite branca e a estação fecha às 2 AM. Site: http://www.skibromont.com/

Ski Bromont

 - Mont Tremblant: É a estação mais sofisticada (=$$$) do Québec. A cidade é um charme mas são aproximadamente 2h30 de estrada até lá.  Site: http://www.tremblant.ca/

    Mont Tremblant

- Le Massif de Charlevois: aproximadamente 1h depois de Québec, uma vista espetacular porém não é muito acessível para iniciantes. A região também é conhecida pela excelente gastronomia. Não tivemos muita sorte, no fim de semana que estivemos por lá estava muito frio (de dar dor de cabeça ao respirar o vento gelado durante a descida) e as condições de ski não estavam favoráveis, muito gelo e pouca neve. Site: https://www.lemassif.com/
Conclusão, tiramos o domingo para jogar hockey...

- Mont St. Bruno: É apenas uma estação escola, mas é ao lado de Montreal, 20 à 30 minutos no máximo e o nível de dificuldade é pequeno. A vantagem é que fica aberta de noite então fica fácil para ir durante a semana após o trabalho. Site: http://skisaintbruno.ca/

- Lake Tahoe (California): A temperatura é outra! Praticamente primavera em pleno inverno. Uma vista de tirar o fôlego. Infelizmente esse ano não tinha caído muita neve... Site: http://www.skilaketahoe.com/

E pra terminar a estação, não podia faltar um dia com o Jacson patinando. Logo se nota que ele praticamente nasceu com os patins no pé! Uma habilidade sem igual... Mas não dá pra falar que ele não se esforça :D
Bom, de qualquer forma... com o ski no pé eu também levo meus pacotes. É o preço que se paga para aprender... Minha especialidade esse ano foi cair no plano e/ou parada. Menos perigoso, sem dúvida. Porém, inexplicável.


Le Massif, Ski St. Bruno, Ottawa e Lake Tahoe  

mercredi 7 janvier 2015

November Rains

Axl Rose cantava há muito tempo dentro da minha casa “November Rains”. Mas quando não se vive a situação, não se consegue entender verdadeiramente o que isso quer dizer. É um mês cinzento, com as horas de sol diminuindo a cada dia e que as árvores perderam todo seu colorido. Pra quem não gosta do inverno, tem o agravante da queda de temperatura. Vitamina D ajuda... mas tem que contar com o aparecimento do digníssimo sol para poder ser absorvida pelo organismo. Ou seja, todos ingredientes para se deixar abater e permitir a depressão aparecer.

O ideal é aproveitar as cores até os últimos dias, como num passeio na ciclovia do lado de casa ou numa viagem a trabalho.


Essas são as cores do outono em Saint Bruno

E essas são as cores do outono em Fort McMurray

Com a possibilidade de ter uns dias de férias, melhor ainda é poder dar uma escapada nos nossos vizinhos ao sul. Em Washington e na Philadelphia os termômetros marcam 20 graus a mais... nada mal para uns passeios e espairecer a cabeça.

Washington

Philadelphia

Felizmente no meu caso a chegada dos flocos de neve é esperada ansiosamente. Natal branco é simplesmente mágico. E melhor ainda, é sinal que as estações de ski já estão começando a abrir suas portas...


Une erreur est survenue dans ce gadget