samedi 8 octobre 2011

Missão dada é missão cumprida!

Depois de muitas corridas matinais nos dois últimos meses e uma “pequena” mudança nos hábitos alimentares, os 8 quilos excedentes foram embora. Praticamente decorei cada centímetro dessa ilha de tanto rodar... mas foi por uma boa causa, não?! Missão dada é missão cumprida! Jacson ainda esta correndo atrás do prejuízo do último inverno e logo chega lá também. Inclusive fez a meia maratona de Montreal enquanto eu estive no Brasil... e olha só que lindo, fez até homenagem! 

Meia Maratona de Montreal

Já no Brasil, infelizmente não consegui encontrar todo mundo que eu queria, mesmo ficando um tempo maior dessa vez, mas foi super corrido. Três dias no Rio e uma semana em Curitiba não é nada e passa muito rápido, ainda mais que eu estava trabalhando, estudando, resolvendo algumas pendências e ainda tinha dois casamentos, afff. De qualquer forma, ano que vem devemos ir de férias, com mais calma... e poderemos nos organizar melhor. E para aqueles que eu consegui reencontrar, já estou com saudades de novo! :)
















Amigas do Rio & velha guarda do time de basquete do CEFET-PR



Uma pergunta freqüente que escutei nesses dias pelo Brasil foi como a gente estava fazendo em relação à alimentação por aqui, já que não temos a facilidade de ter alguém para ajudar em casa e não dá para comer todo dia na rua. A resposta é que nós variamos, entre fazer algo e comprar pronto. E como não temos tempo de ficar cozinhando todos os dias, nós usamos um pouco da tecnologia para nos dar uma mão. Máquina de fazer pão, panela de arroz, panela de cozimento lento para carnes, grill, etc. Tudo o mais prático possível... e o melhor: aqui é tudo com preço acessível.

 















Nossos equipamentos da cozinha...


Uma boa noticia para quem pensa em se aventurar por aqui: até 2014 a previsão de criação de empregos é de 740.000 postos. E deste número, 15% deve ser de fora do Canadá, visto que aqui não existe tanta mão de obra assim. A notícia na integra segue no link: http://www.cyberpresse.ca/le-soleil/affaires/actualite-economique/201104/12/01-4389145-nouveaux-outils-pour-favoriser-lintegration-des-immigrants-en-entreprise.php. Esse tipo de estudo e planejamento do futuro é super comum por aqui, o pessoal é muito preocupado com isso. Eu mesmo faço estudo de casos o tempo todo na McGill sobre Baby Boomers, Gen X, Gen Y, etc. Só a título de curiosidade, se você:
ü  Ainda não parou de estudar,
ü  Não consegue dormir se o celular não está ao lado,
ü  Sempre atualiza suas fotos e status em sites de relacionamento (Linkedin, FB, Twitter, Blog, etc),
ü  É comunicativo,
ü  Não vive sem internet,
ü  A preocupação no emprego é com o desafio e não com a estabilidade,
ü  Não vê problema algum em voltar para casa dos pais depois dos 30 anos,
ü  Não se preocupa com preconceitos em relação aos relacionamentos não “convencionais”,
ü  Gosta de se vestir confortavelmente (= tênis, jeans e moletom),
ü É da geração da década de 80...
Então você faz parte da “Millennial Generation” e seu comportamento e impactos estão sendo devidamente estudado sem você nem imaginar. Claro que existem muitas outras características, mas coloquei só algumas que julguei mais interessantes e fáceis de identificar...

E para finalizar gostaria de deixar uma citação interessante como forma de uma pequena homenagem a Steve Jobs, já que eu o considero um dos grandes gênios da atualidade:

“Você não pode ligar os pontos olhando para o futuro. Você só pode ligá-los, olhando para o passado. Então você tem que confiar que os pontos vão, de alguma maneira, se ligar no futuro. Você tem que confiar em alguma coisa, seu Deus, destino, vida, karma, qualquer coisa, porque se você acreditar que os pontos vão se ligar em algum momento, vai te dar confiança para seguir seu coração, mesmo que te leve para um caminho diferente do previsto. E isso fará toda a diferença.”
Steve Jobs
Une erreur est survenue dans ce gadget